Copy
View this email in your browser
*Por Jader Pires.

A melodia era familiar. Da boca dele ela saía em forma de um assobio fracote, daquele que não queria ser cantado, só se deixava acontecer. Apenas três notas diferentes, “fiu fiu fiu”, e já dava para saber qual era a música. Claro, nós já cantamos desses versinhos muitas vezes em outras festanças, noutros recreios. Só que a vida segue e há muito não nos vinha no auto falante. É até normal. A gente ri com ritmos novos, letras nunca cantadas vão chamando a atenção.

O que importa é que dava pra lembrar, mesmo baixinho. E me pegou de jeito, puxou meus ouvidos feito fumaça de comida boa em desenho animado. Pouco antes, coisa de meia hora, pipocou lá no meu Facebook uma notificação. Era um vídeo engraçado dos anos 80, um programa matinal desses para crianças em que um grupo musical se apresentava. Estava endereçado à mim e outro amigo que trabalha ao meu lado. Comentamos, rememoramos. Eles cantavam uma música engraçada e dançavam uma coreografia amadora, descompassada. Tudo muito engraçado. Passamos semanas, talvez meses, preciso admitir, revendo a gravação, uma vez atrás da outra, imitando de modo jocoso os passinhos e tudo o mais. Era perto da hora do almoço quando o amigo me mandou a lembrança. Não precisei clicar. Estava tudo guardado na cabeça. Fui almoçar com um pequeno sorriso no rosto.


E qual foi minha surpresa inicial ao perceber que, depois da volta, era essa mesma canção que saía dos lábios do cara que estava sentado à minha frente no trabalho. Do mesmo jeito que o vídeo não assistido acertou em cheio minha memória afetiva, aquelas três notas apertaram o mesmo botão, “fiu, fiu, fiu”. Eu cantei o trecho que ele estava soprando, ele me olhou e seguimos juntos mais uma trova. O amigo ao lado se juntou a nós. Rimos, claro, o gracejo foi retomado por alguns instantes, o suficiente para ficarmos contentes. Nossa amiga, ao lado, também participou da zombaria e foi ela a botar em palavras: “nossa, eles dois estavam falando dessa música agora mesmo”.

A casualidade nos espantou por alguns segundos. Mas aí me veio a realidade dos novos tempos. Acabei com a farra ao ligar os pontos no melhor estilo Sherlock Holmes, na elementaridade de lembrar que tudo o que fazemos é denunciado na timeline alheia. Acontece que apareceu na linha do tempo dele que “Jader Pires foi marcado no vídeo de”. Claro que ele viu. Deu play com seus fones de ouvido e reviveu aquela época saborosa em que a gente gargalhava da apresentação. Somos todos amigos, estamos no mesmo saco. Todos os dias.

A rede social que acabou com as coincidências.
Pessoal, olá! Jader falando.

E voltamos. Após todos aqueles dias de sangue, suor e forró, é hora de retomar o coração na ponta do lápis, os projetos que estavam na geladeira, o ritmo. Espero que tenham gostado da cronicazinha aqui de cima. História 110% verdadeira, até nas partes em que eu minto
.

Sobre a Meio-Fio, antes de mais nada, bem vindos todos os novos assinantes, vocês que chegaram nesse interim de meio de dezembro até agora, meiota de janeiro. Aos que já chegam às sextas com a intimidade de abrir a geladeira, por favor, contimuem com essa postura gostosa, tirem os calçados, sentem-se onde for mais aconchegante. Semanalmente, um conto ou uma crônica, este textinho cheio de chamego pra gente se sentir mais coladinho e os links que gosto de separar e colocar aqui embaixo.

Ns próxima semana coloco todos a par lá da nossa última prosa, meu novo livro.

Por agora, que bom que voltamos, tô bem feliz de escrever aqui de novo e, gente, vamos conversar. O e-mail jader@jaderpires.com.br tá rolando. Me chama, me chama, me chama.

 

Os 8 Odiados (Quentin Tarantino)

Cinema, cinema, cinema! É nessa época do ano que vem a enxurrada de filmes e é bem provável que apareça bastante coisa que assisti e acabei escrevendo sobre. 

Na semana passada eu fiz uma singela crítica ao filme The Hateful Eight, essa belezinha nova do Tarantino.

"E que belo timing. Em tempos de blockbusters cheios de camadas, roteiros labirínticos, efeitos em cima de efeitos, locações mil, o Tarantas grava quase toda a sua história em um único cenário ao melhor estilo anos 50 de Hitchcock e 12 Homens e uma Sentença. Ao melhor estilo Cães de Aluguel. Pela contramão, o autor nos dá o início, algo simples e bonito".
 
 


Creed - Nascido para Lutar (Ryan Coogler)

Fui assistir também ao novo filme do Stallone que retoma a franquia do Rocky Balboa:

"Rocky Balboa fechou o ciclo de lutas impossíveis, mas enfrentadas pelo garanhão italiano que sabia bem que não importa o quanto você bate duro, mas sim quanto você aguenta apanhar e seguir em frente. E se tem um cara que aguenta apanhar, esse é Sylvester Stallone."

 


Os indicados ao Oscar 2016

A academia divulgou os filmes e profissionais indicados ao principal prêmio do cinema lá de cima e, agora, é correr atrás de ver as promessas. Cá está a lista completa e nossas apostas para o evento. 

 
"As treze histórias presentes no livro estão repletas do cotidiano, por onde desfilam personagens das mais variadas origens: um vendedor de crack, um político, um casal de idosos e um mágico de circo. As angústias e alegrias experimentadas por todos esses personagens – e que também são nossas – são expressas em situações fortes e incisivas, mas por vezes bem-humoradas, que aproximam o leitor da trama, sem deixar de fora detalhe algum.

Em Ela prefere as uvas verdes, entramos em contato com personagens em momentos surpreendentes de suas vidas. Momentos em que as perdas e os encontros trazem profundas transformações."

Você pode comprar meu livro direto no site da editora ou nas livrarias!
Facebook
Facebook
Twitter
Twitter
Instagram
Instagram
A Meio-Fio é uma publicação semanal do escritor Jader Pires com a missão de levar literatura em doses homeopáticas e uma pequena curadoria de produtos culturais e textos encontrados em publicações nacionais e estrangeiras. Se você gostou destas sentimentalidades, recomende a Meio-Fio para um amigo.

edições anteriores:
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 |

Copyright ©  2015 Newsletter Meio-Fio. Todos os direitos reservados.
Você recebeu este e-mail porque está inscrito na newsletter Meio-Fio (Jader Pires)

cancelar a inscrição    atualizar a assinatura