Copy
View this email in your browser

*Por Jader Pires.

Dizem que, se fizermos uma matemática simples, não minha especialidade, a soma de tudo o que é escrito atribuído a Homero, poeta épico da Grécia Antiga, não dá seu suposto tempo de vida. E não seria coisa pouca, mas bastante. Pegando tudo o que supostamente foi escrito por ele dá, facinho facinho, umas três vidas.

Na Idade Média, reza a lenda de que se vendiam, em igrejas, pequenos pedacinhos de ossos. Esses fragmentos seriam do fêmur de um burrinho que teria levado o menino Jesus de Nazaré para Belém no tão especial dia de seu nascimento. Mas o que acontece é que, se juntassem cada talhadinha da perna do burro, daria umas vinte e tantas patas. Só lá na região do centro-sul europeu. É muito osso e pouco membro.

Eu tenho uma amiga que tem um pouco disso. Seu eu tentar colocar cronologicamente todas as histórias que ela já contou não dá a vida dela e se eu somar todas as pegadas que ela deu não dá nas estradas assentadas nesse mundão de meu deus. E nem falo de aventuras, grandes feitos, eventos notáveis. Simplesmente uma vida vivida. Trabalhou aqui e acolá. Lá também. Fez de tudo um pouco, conheceu quem tinha que conhecer e quem quis conhecer. Saiu e voltou, foi preenchendo os espaços com experiências. Daí a gente vai tendo uma história e duas, quatorze. Uma vida cheia.

Das três curiosidades que eu contei aqui em cima, a terceira mais me encanta pelos pés no chão. Não tem um final incrível como o do Homero e seus clássicos que serão para sempre lidos, lembrados, reinterpretados. Não tem o mesmo peso da grande farsa cristã medieval de contar uma coisa que, na verdade, é outra. A última tem a singularidade de ser tranquila. Viável. É abrir a porta e dar-se, relacionar-se, andar. Somam-se as histórias, formam-se as pegadas.

E fica para sempre.

Pessoal, olá! Jader falando.

E foi bonito demais na semana passada, hein (pra quem não leu, tá aqui). 

Recebi dezenas de e-mails com gente querendo apoiar a Meio-Fio. Não me resta dúvidas de que vai dar bastante certo essa nova empreitada. Vou criar o meu perfil na ferramenta do Patreon, com todos os objetivos financeiros que a Meio-Fio pode adotar e todas as bugigangas que os leitores podem receber dependendo da quantia que for oferecida. Pensei em e-book com o melhor da Meio-Fio, livreto físico, assinado e tudo (coisa simples, mas de coração). Pensei também em contos exclusivos e em escrever histórias exclusivas para quem for muito patrão. 

Lembrando que nada disso afeta nem a entrega da Meio-Fio - todos os assinantes receberão a mesma Meio-Fio, de cabo à rabo, toda sexta, nove da matina - e nem minha maneira de criar - a Meio-Fio não vai acabar virando uma newsletter de escritos guiados por quem paga algum dinheiro. 
Continuo escrevendo o que gosto de escrever e vocês continuam lendo o que gostam de ler.

Que pensam das pequenas prendas que tô pensando? Se tiver alguma ideia que possa não ter passado na cabeça aqui, digam. O jader@jaderpires.com.br tá aqui pra isso. 


Trumbo - Lista Negra não quer que você seja um babaca

Cinema, cinema, cinema! Essa semana eu fiz uma singela crítica do filme Trumbo - Lista Negra, com o eterno Breaking Bad Bryan Cranston.

"Nós dois temos o direito de estar errados" - Dalton Trumbo.

"Enquanto Trumbo trata de incertezas, a afirmação que podemos fazer é da atuação de Bryan Cranston. A minha ideia particular era a de tentar afastar o máximo qualquer comparação com seu personagem mais famoso, mas sua atuação convence tanto e tão rápido que me poupou esse esforço. A maneira teatral com que Dalton se portava, desde sua oratória dramática em conversas de bar até sua espalhafatosa maneira de se irritar na banheira em que costumava reler e remontar seus roteiros nos é dada com facilidade. Uma delícia de acompanhar."
 

River (Leon Bridges) 

Eu já indiquei o disco do Leon Bridges lá no começo da Meio-Fio, logo na primeira edição (link das edições anteriores lá embaixo).  


A última canção do Coming Home se chama "River", que agora tem clipe. E aqui é que vem o pulo do gato. 

2016 já botou no ar seu melhor vídeo e provavelmente é esse. Apenas assistam. Que música bonita e que clipe bonito.

 

São Paulo: A cidade que não coube nos planos 

Uma reportagem muito boa do Nexo Jornal sobre a urbanização de São Paulo, em como a cidade foi transformada na confusão quase irreversível que é hoje.

Só quase.

"Avenidas congestionadas e rios imundos parecem parte natural da paisagem paulistana, mas eles nem sempre estiveram conosco. São consequências de estratégias urbanas de outros tempos, de visões da primeira metade do século 20. É nessa época que se situam dois momentos essenciais na formação da metrópole com que temos que lidar hoje: a retificação do Tietê e o Plano de Avenidas.".
"As treze histórias presentes no livro estão repletas do cotidiano, por onde desfilam personagens das mais variadas origens: um vendedor de crack, um político, um casal de idosos e um mágico de circo. As angústias e alegrias experimentadas por todos esses personagens – e que também são nossas – são expressas em situações fortes e incisivas, mas por vezes bem-humoradas, que aproximam o leitor da trama, sem deixar de fora detalhe algum.

Em Ela prefere as uvas verdes, entramos em contato com personagens em momentos surpreendentes de suas vidas. Momentos em que as perdas e os encontros trazem profundas transformações."

Você pode comprar meu livro direto no site da editora ou nas livrarias!
Facebook
Facebook
Twitter
Twitter
Instagram
Instagram
A Meio-Fio é uma publicação semanal do escritor Jader Pires com a missão de levar literatura em doses homeopáticas e uma pequena curadoria de produtos culturais e textos encontrados em publicações nacionais e estrangeiras. Se você gostou destas sentimentalidades, recomende a Meio-Fio para um amigo.

edições anteriores:
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 |

Copyright ©  2015 Newsletter Meio-Fio. Todos os direitos reservados.
Você recebeu este e-mail porque está inscrito na newsletter Meio-Fio (Jader Pires)

cancelar a inscrição    atualizar a assinatura